Archive for dezembro \12\UTC 2008|Monthly archive page

O misterioso sistema operacional do Google

Quase todo mundo parecia ter se esquecido da história, mas a boataria começou outra vez. E agora foram acrescentadas evidências a um dos maiores mistérios do mundo da tecnologia: estariam os funcionários do Google criando um novo sistema operacional, capaz de quebrar as pernas do Windows?

Quem ressuscitou a suspeita do Google OS foi o jornalista Andy Patrizio, do site internet.com. Ele entrou em contato com a Net Applications, que usa sensores em 40 mil sites da web para medir o tráfego e reunir dados sobre os PCs dos usuários que entram nas páginas, como o tipo de sistema operacional, a resolução do monitor, o navegador, o IP, etc. Patrizio então descobriu algo muito estranho sobre os visitantes do domínio Google.com, ou seja, os funcionários de Larry Page e Sergey Brin.

Um terço dos micros usados por eles não rodava Windows, Mac OS ou qualquer distribuição conhecida do Linux. O sistema operacional simplesmente não foi identificado. Aí, começaram as especulações. Tem gente dizendo que é uma versão turbinada do Android, e há quem acredite que tudo não passa de um Ubuntu modificado, o Goobuntu. O fato é que existe alguma coisa muito estranha lá nos computadores do Googleplex.

Se o Google OS realmente for lançado, a Microsoft e a Apple vão apanhar muito. Provavelmente será um sistema gratuito e de código aberto – o que atrairá uma legião de curiosos, doidos para instalá-lo em seus micros, e um imenso grupo de programadores dispostos a melhorá-lo. Mas a maior diferença virá com o apoio das companhias de hardware e software. Como eles não estão nem aí para o Linux, sistemas excelentes como o Ubuntu não conseguem decolar até hoje, por conta de problemas de incompatibilidade ou pela falta de programas populares. Dificilmente essas empresas vão dar as costas para o Google OS. O jeito é aguardar…

Fonte:     http://info.abril.com.br/

Anúncios

2a.edição do MBA em Gestão da TI inicia em março de 2009

O MBA em Gestão da Tecnologia da Informação (TI) é uma ótima oportunidade para os profissionais da área ampliarem e aprimorarem seus conhecimentos, habilidades e competências na gestão da tecnologia da informação. O Curso proporcionará aos participantes uma visão gerencial e estratégica da utilização e das tendências da tecnologia da informação no contexto empresarial.

O Curso aborda conteúdos como: Planejamento Estratégico, Gerência de Projetos, Governança de TI,  Sistemas de Informação nas Organizações, Gestão de Serviços, Gestão de Pessoas, Gestão do Conhecimento, Modelagem de Processos, Gerência e Qualidade de Projetos de Software, Gestão Estratégica de Finanças, Gerenciamento da Infra-estrutura de Comunicação, da Informação e da Segurança da Informação.

Além das disciplinas, o Curso é composto por um módulo internacional obrigatório, um módulo internacional opcional e seminários de atualização.

O corpo docente é diversificado, formado por professores da UCS e também de outras instituições de ensino, com experiência acadêmica e de mercado.Este MBA é destinado aos profissionais da área de TI que já possuem graduação em cursos da área de computação ou em outra área.

Acontecerá de março/2009 a dezembro/2010 na cidade universitária em Caxias do Sul.

As inscrições já estão abertas pelo site da UCS, http://www.ucs.br – Pós-Graduação- Especialização e MBA – Gestão da Tecnologia da Informação.

Informações detalhadas no site da UCS.

Novos Processadores Para Desktop da Intel

A Intel atualizou sua linha de produtos para desktop com o lançamento de três processadores. São eles:

Core 2 Quad Q8300: Clock interno de 2,5 GHz, clock externo de 1.333 MHz, 4 MB de cache L2, tecnologia de 45 nm e cotado a US$ 224 em lotes de 1.000 unidades, nos EUA;
Pentium Dual Core E5300: Clock interno de 2,6 GHz, clock externo de 800 MHz, 2 MB de cache L2, tecnologia de 45 nm e cotado a US$ 86 em lotes de 1.000 unidades, nos EUA;
Celeron Dual Core E1500: Clock interno de 2,2 GHz, clock externo de 800 MHz, 512 KB de cache L2, tecnologia de 65 nm e cotado a US$ 53 em lotes de 1.000 unidades, nos EUA.

Fonte: http://www.clubedohardware.com.br/